Bagagem de mão – dicas e check list grátis!

Fazer mala para viajar pode ser um pesadelo para algumas pessoas e uma diversão para outras, afinal cada um tem seu jeitinho de se organizar nessa hora. Pensando nisso criei dois posts, cada um com um check list de viagem, para te ajudar a evitar dores de cabeça Convenhamos que é super irritante quando chegamos no destinos e percebemos que esquecemos algo simples. Então, confere a seguir as orientações sobre bagagem de mão e se quiser dicas para a mala despachada é só clicar aqui.

Para começar preciso dizer que é fundamental verificar as regras da companhia aérea em relação à bagagem, tanto peso quanto quantidade e medidas, elas estão cada vez mais restritas e de olho nisso. A maioria só permite uma bagagem de mão por passageiro, geralmente levo uma mochila e uma bolsinha pequena que cabe dentro da mochila.

Seguros Promo

E em caso de voos low cost, onde só podemos ter uma bagagem – geralmente de 8 ou 10 kg – a mochila precisa caber dentro da mala. Muitas vezes passa desapercebido, mas já aconteceu de eu precisar colocar a mochila na mala e foi um caos, pois além de precisar sair da fila do embarque, se a mochila não entrar você paga bagagem extra e no desespero de fazer encaixar alguma coisa pode acabar sendo danificada. Com isso, a principal dica para viajar tranquilo é ser precavido 😉

Vale dizer que já vi casos de low cost onde só está incluso uma mochila, veja com atenção todos os detalhes antes de efetuar a compra dos seus bilhetes aéreos.

Em caso de vôos longos não esqueça de organizar seu kit do sono: máscara de dormir, borrachinhas de ouvido e almofada de pescoço.

Veja aqui dicar de como economizar na hora de comprar sua passagem!

bagagem de mão - dicas e informações

Regra geral para bagagem de mão:

Todo tipo de líquido deve estar em fracos de até 100ml e atenção pois existe o limite máximo de 1l por passageiro, sendo assim, só é permitido 10 unidades. Também são proibidos:

  • objetos cortantes ou pontiagudos (como estiletes, navalhas, tesouras, facas, canivetes e cortadores de unha);
  • produtos inflamáveis ou explosivos (inclusive o tradicional desodorante aerossol);
  • armas de qualquer tipo (inclusive as de brinquedo);
  • ferramentas de mão de obra (como furadeiras e brocas, chaves de fenda e martelos);
  • produtos tóxicos ou químicos (como alvejantes líquidos, mercúrio e baterias com líquido corrosivo).

Ao fazer o check-in aparecerá as informações de bagagem, verifique que o país de destino, ou de escala, não tenha restrições adicionais.

check list de bagagem de viagem

Clique aqui para download

Explicando alguns itens do Check list de bagagem de mão:

1 – Adaptadores

Você não vai querer ficar sem bateria na sua viagem!

Por isso o primeiro item da lista é essa coisinha simples que muitas vezes é um transtorno para nossas vidas, pois alguém resolveu que é bacana ter dezenas de variações.

Na Europa muitos países utilizam a mesma (tipo F) mas vale a pena verificar direitinho seus destinos quando estiver fazendo a mala. Na dúvida eu sempre levo um adaptador universal, assim sei que não terei problemas para carregar meus eletrêonicos.

Aqui na Holanda as tomadas são de dois tipos, compatíveis entre si: o tipo F e o Tipo C. O tipo F é aquela funda então alguns adaptadores não funcionam, verifique certinho qual está trazendo.

Não se esqueça de verificar a voltagem antes de ligar seu aparelho na tomada, aqui na Holanda a voltagem é  230V por exemplo.

2 – Remédios

Item básico mas vale sempre lembrar. Leve sempre remédios que costuma usar, para dor de cabeça, gripe ou dores musculares por exemplo. Digo isso pois aqui na Holanda você só encontra paracetamol para vender, então eu sempre compro meus remédio básicos no Brasil.

Caso sua medicação seja por prescrição médica traga-a também, alguns medicamentos podem estar listados na lei de entorpecentes e os oficiais no aeroporto podem te exigir a receita médica quando entrar no país. Além disso, caso você perca seu medicamento não terá problema em comprá-lo novamente.

Caso seu destino seja Holanda, é possível confirmar se as substâncias ativas do seu medicamento estão listadas na lei de entorpecentes dos Países Baixos. O texto está disponível apenas em holandês, mas no final possui a lista com denominação comum internacional (DCI) de cada substância ativa.

Reforçando: traga os remédios de uso contínuo na mala de mão, assim você não corre risco de extraviar.

3 – Colocar na bagagem de mão

Por falar em extraviar, vale lembrar que corremos o risco de que a companhia perca a nossa mala durante o trajeto, por isso é importante ter conosco nossos itens de valor e alguns ítens básicos para nos salvar até que tudo seja resolvido. Por isso recomendo que sempre leve uma muda de roupa na bagagem de mão, assim também evita gastar dinheiro atoa caso isso aconteça com você.

4 – Dinheiro em espécie

Não vai na mala mas é importante colocar nesse check list. Muitos estabelecimentos não aceitam cartão de crédito, então venha com seu cartão de débito liberado ou traga dinheiro vivo.

5 – Somente o necessário

Não custa falar não é mesmo?! Pense certinho o que será útil na sua viagem, não leve peso atoa. Eu sempre brinco dizendo que quanto mais levamos, menos trazemos de volta. Eu sempre compro alguma coisa nas minhas viagens, então deixar um espaço sobrando é importante.

Espero ter te ajudo na tarefa de organizar sua bagagem de mão. Qualquer dúvida é só escrever nos comentários!

Gostou? Então compartilha 😉

Atrações em Amsterdam

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *